RSS

Quem se importa?!… Eu me importo!!!

27 Dez

o sentido da vida

“Quando um homem planta árvores sob cuja sombra sabe que nunca haverá de sentar-se, começou a entender o sentido da vida.”

Desconheço o autor desta frase, mas com certeza é um sábio, pois sintetizou a base dos ensinamentos de praticamente, todas as religiões e doutrinas espiritualistas que se baseiam na mensagem de Jesus.

O tempo todo, procuramos um sentido para nossas vidas, buscando o reconhecimento pelo que fazemos ou doamos aos outros.

E quase a totalidade dos conflitos e sofrimentos que experimentamos se dão justamente porque em matéria de gratidão, somos eternos insaciáveis.

Mas… não a cultivamos em nós, exigimos dos outros e por isso sofremos, cometemos injustiças, praticamos crimes, inclusive contra o nosso bem maior que é a vida, dando como desculpa a falta de…

Queremos recebê-la, mas não lembramos que o outro também a quer.

O contraditório em nós é que, mesmo nesta época do ano em que se encerra mais um ciclo e nossas almas se enternecem com as mensagens de amor e paz, também acreditamos que devemos encerrar ciclos virtuosos em vez dos viciosos.

“Se não recebo a reciprocidade de minhas ações e sentimentos, devo parar de praticar e sentir.”

Assim, paramos de ter atitudes fraternas e amorosas com relação a quem julgamos não valorizá-las e vamos substituindo sentimentos bons por magoas e ressentimentos que só nos fazem mal.

Verdadeiramente a vida é feita de ciclos e alguns, sem dúvida precisam ser encerrados. Não aqueles em que amamos e nos doamos mesmo que saibamos não ser amados da mesma maneira, mas aqueles em que nos deixamos envolver pelo o orgulho, exigindo dos outros o que ainda não sabemos dar.

Por que cada um ama de um jeito e se; ser amado é bom, amar é imprescindível a nossa alma, é o que dá o verdadeiro sentido as nossas vidas, é o que preenche todas as necessidades do nosso ser.

Plantemos nossas árvores pelo caminho, regando-as com nosso mais puro amor, para que elas cresçam frondosas e seus galhos e folhas abriguem em sua sombra o maior número de irmãos que puderem.

Então, quando você continuar visitando aquele familiar enfermo que já perdeu a consciência de si mesmo e alguém lhe perguntar:

- Por que você insiste e vê-lo, já que ele não reconhece ninguém e nem vai saber que veio?

Responda com serenidade:

- Porque o amo! Sou grato pelo que me ensinou quando de nossa convivência fraterna e pelo que ainda me ensina, mesmo inconsciente e  preso ao leito. E ele não me reconhece, mas eu sei quem ele é e o que representa em minha vida.

Quando você persistir em procurar com carinho e atenção aqueles amigos que há muito, se afastaram de seu convívio e lhe perguntarem:

- Por que você continua a visitá-los, se não o procuram e nem se importam mais consigo?

Responda com um sorriso largo nos lábios, do tamanho da sua felicidade:

- Porque amo-os! Sou grato pelo que aprendi quando do nosso convívio mais estreito e pelo que ainda aprendo, mesmo com seu afastamento… E porque… Eu me importo!

Silvia Gomes

About these ads
 
6 Comentários

Publicado por em 27/12/2012 in Reflexão

 

Etiquetas: , , , , , , , , ,

6 responses to “Quem se importa?!… Eu me importo!!!

  1. Fernanda Geri

    27/12/2012 at 20:39

    Que linda mensagem Silvia! Como ainda somos egoístas, exigimos dos outros aquilo de que ainda não são capazes e talvez nem nós mesmos sejamos. Plantemos nossas árvores pensando apenas em beneficiar, em fazer o bem sem realmente olhar a quem. E não nos envergonhemos de amar, mesmo aqueles que não se importam consciente ou inconscientemente. O importante é que façamos sempre a nossa parte. Porque como disse Madre Teresa de Calcutá: “No fim verás que nunca foi entre você e os outros, mas sempre foi entre você e Deus”.

     
  2. Cláudio Viana Silveira

    27/12/2012 at 21:36

    Importar-se: Talvez o melhor significado seja “ter consideração” e a consideração não precisa ser relativa ao que fulano ‘deixa de fazer hoje’, mas pelo que ele já fez e poderá voltar a fazer. Ou seja, o potencial de fulano existe, mas será que eu não contribuí para seu desestímulo? Será que minha insensibilidade não contribuiu para a ibernação do potencial do fulano? Uma grande crônica; uma grande colaboração. Obrigado, Silvia e um abraço. Claudio.

     
  3. marcia santos ferraro

    27/12/2012 at 23:34

    Lindo…. tocante, carinhosamente para se refletir… e refletindo: tenho muito que aprender, cada vez mais e mais… SIM EU ME IMPORTO e vou seguir ME IMPORTANDO SEMPRE… OBRIGADA!!!

     
  4. jfhsieutn

    28/12/2012 at 10:41

    Reblogged this on MANANCIAL DE LUZ.

     
  5. Victor Passos

    04/01/2013 at 14:11

    Apesar de ainda estarmos fragilizados pela moral , distorcida, não nos devemos recalcar e pensar que cada dia , cada hora e cada minuto , poderemos e devemos crescer em moral..
    Maravilhoso Blog..Parabéns

    Victor

     
  6. sonia regina

    31/01/2013 at 10:31

    Obrigada minha amiga ,por tão inspiradas palavras !Vale a pena cultivar a gratidão por todos aqueles que passam por nossas vidas …se eles não se importam e dai ?..Eu me importo ,porque os amo !Um dia eles também se importarão .Irão aprender com os exemplos que deixarmos !

    Sonia

     

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 25 outros seguidores

%d bloggers like this: