RSS
Imagem

Dê valor enquanto é tempo

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 25/08/2017 em Reflexão

 

Etiquetas: , ,

Menina de rua

Adolescente sem rumo na calçada.
Sem postura, sem força de opinião.
Podia ser a minha filha.
Ou a sua.
Filha da sociedade em desunião.
Herdeira do amor pelo nada.
Os passantes nada sabem do seu ontem.
Presumem as sombras do seu amanhã.
Quanta história você já tem para contar, lembrar, esquecer!
Quanta queixa ecoa no vazio de todo dia e toda noite!
E quantos riscos, maldades e agressões você teve que enfrentar para sobreviver, caminhando pelas sendas imprevisíveis do perigo!
Que pena, amiguinha sem nome; sequer sabemos se ainda é menina, ou se a brutalidade dos homens já foi impiedosa com a sua pureza!
Que pena que a rua lhe adotou!
E nenhum de nós lhe estendeu a mão, para impedir a sua caminhada para o abismo!
Afinal, quem é mais pecador?
Aquele que não recebe ou aquele que não doa?
Quem é?
Quem somos?
Somos todos culpados.
Todos nós!

Que Deus lhe proteja menina!
E que nos perdoe também!

Paulo de la Peña  (Livro: Cidade Viva)

 
1 Comentário

Publicado por em 21/08/2017 em Reflexão

 

Etiquetas: , , , , ,

Imagem

Colo

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 20/08/2017 em Reflexão

 

Etiquetas: , , ,

Ai, quem me dera

AI, QUEM ME DERA

Ai quem me dera, terminasse a espera
E retornasse o canto simples e sem fim…
E ouvindo o canto se chorasse tanto
Que do mundo o pranto se estancasse enfim

Ai quem me dera percorrer estrelas
Ter nascido anjo e ver brotar a flor
Ai quem me dera uma manhã feliz
Ai quem me dera uma estação de amor

Ah! Se as pessoas se tornassem boas
E cantassem loas e tivessem paz
E pelas ruas se abraçassem nuas
E duas a duas fossem ser casais

Ai quem me dera ao som de madrigais
Ver todo mundo para sempre afins
E a liberdade nunca ser demais
E não haver mais solidão ruim

Ai quem me dera ouvir o nunca mais
Dizer que a vida vai ser sempre assim
E finda a espera ouvir na primavera
Alguém chamar por mim…

(VINÍCIUS DE MORAES)

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 14/08/2017 em Poesia

 

Etiquetas: , , , , , ,

Imagem

Você escolhe

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 11/08/2017 em Reflexão

 

Etiquetas: , , , ,

Página azul

 

 

 

 

 

 

 

No país de minh’alma há um rio sem mágoas,
Um rio cheio de ouro e de tanta harmonia,
Que se cuida escutar no marulhar das águas
Do sussurro de um beijo a doce melodia.

Este rio é o meu sonho, um sonho azul e puro,
Como um canto do Céu, como um braço do Mar;
Loura réstia de sol a rebrilhar no escuro,
Casta luz que cintila em torno de um altar.

De um altar que palpita,que sofre e sonha,
Soletrando a cantar a linguagem do Amor…
Do altar do Coração, a paisagem risonha
Onde brotam sorrindo as ilusões em flor.

Vem beber, meu amor, neste rio que é fonte,
É fonte de esperanças e lago de quimera…
Vem morar n’um país que não tem horizonte,
Onde não chora o Inverno e só há Primavera.

Auta de Souza

 
1 Comentário

Publicado por em 08/08/2017 em Poesia

 

Etiquetas: , , , , , , ,

Imagem

Saudade

 
1 Comentário

Publicado por em 07/08/2017 em Reflexão

 

Etiquetas: , , ,