RSS

Arquivo de etiquetas:

Calças molhadas

abraco3

Venha comigo a uma sala de aula do terceiro ano…

Há um menino de nove anos sentado à sua carteira e de repente há uma poça entre seus pés, e a parte dianteira de suas calças está  molhada.

Pensa que seu coração vai parar porque não pode imaginar como isso aconteceu. Nunca havia acontecido antes, e sabe que quando os meninos descobrirem nunca o deixarão em paz. 

Quando as meninas descobrirem, nunca mais falarão com ele enquanto  viver.

O menino acredita que seu coração vai parar, abaixa a cabeça e reza esta oração:

“Querido Deus, isto é uma emergência! Eu necessito de ajuda agora! Mais cinco minutos e serei um menino  morto”.

Levanta os olhos de sua oração e vê a professora chegando com um olhar que diz que foi descoberto.

Enquanto a professora está andando até ele, uma colega chamada Susie está carregando um aquário cheio de água. Susie tropeça na  frente da professora e despeja inexplicavelmente a água no colo do menino.

O menino finge estar irritado, mas ao mesmo tempo interiormente diz “Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor!”

De repente, em vez de ser objeto de ridículo, o menino é objeto de  compaixão.

A professora desce apressadamente com ele e dá-lhe shorts de ginástica para vestir enquanto suas calças secam.

Todas as outras crianças estão sobre suas mãos e joelhos limpando ao redor de sua carteira. 

A compaixão é maravilhosa. Mas como tudo na vida, o ridículo que deveria ter sido dele foi transferido a outra pessoa – Susie. Ela tenta ajudar, mas dizem-lhe para sair. “Você já fez demais, sua  grosseira!”

Finalmente, no fim do dia, enquanto estão esperando o ônibus, o menino caminha até Susie e lhe sussurra, “você fez aquilo de propósito, não foi?”

E Susie lhe sussurra, “eu também molhei minha calça uma vez”.  

Possa Deus nos ajudar a ver as oportunidades que sempre estão em torno de nós para fazer o bem.

Lembrem-se… apenas ir à igreja não o faz um cristão, da mesma forma que ficar em sua garagem não o transforma em um carro. 

(Esta frase te incomoda ???)

Cada um e todos nós estamos atravessando épocas difíceis agora, mas Deus está pronto para abençoar-nos de uma maneira que somente Ele pode fazer. Mantenha a fé.

Autor desconhecido

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 05/05/2013 em Espiritualidade

 

Etiquetas: , , , , , ,

TRAÇO ESPÍRITA


O companheiro, contado na estatística da Nova Revelação, não pode viver de modo diferente dos outros, no entanto, é convidado pela consciência a imprimir o traço de sua convicção espírita em cada atitude.
 
 
Trabalha – não ao jeito de pião consciente enrolado no cordel da ambição desregrada, aniquilando-se sem qualquer proveito.
Age construindo.
 
Estuda – não para converter a personalidade num cabide de condecorações acadêmicas sem valor para a Humanidade.
Aprende servindo.
 
Prega – não para premiar-se em torneios de oratória e eloquência, transfigurando a tribuna em altar de suposto endeusamento.
Fala edificando.
 
Administra – não para ostentar-se nas galerias do poder, sem aderir à responsabilidade que lhe pesa nos ombros.
Dirige obedecendo.
 
Instrui – não para transformar os aprendizes em carneiros destinados à tosquia constante, na garantia de propinas sociais e econômicas.
Ensina exemplificando.
 
Redige – não para exibir a pompa do dicionário ou render homenagens às extravagâncias de escritores que fazem da literatura complicado pedestal para o incenso a si mesmos.
Escreve enobrecendo.
 
Cultiva a fé – não com o intento pretensioso de escalar o céu teológico pelo êxtase inoperante, na falsa idéia de que Deus se compara a tirano amoroso, feito de caprichos e privilégios.
Crê realizando.
 
 
O espírita vive como vivem os outros, mas em todas as manifestações da existência é chamado a servir aos outros, através da atitude.
 
 
ANDRÉ LUIZ
(Opinião Espírita, 3, edição CEC)
 
 
 
 
1 Comentário

Publicado por em 24/08/2012 em Espiritualidade

 

Etiquetas: , , , , ,

Nunca pare de sonhar

Video enviado por e-mail pela nossa amiga Glenda Cunha.

“Nunca se afaste dos seus sonhos, porque se eles forem embora, você continuará existindo, mas terá deixado de viver.”

 
1 Comentário

Publicado por em 16/02/2012 em Reflexão

 

Etiquetas: , , , , , ,