RSS

Arquivo de etiquetas: paciência

22/12/2012… O Futuro já começou…!

mudar_o_mundo

Então… Estamos no dia 22 de dezembro de 2012 e o mundo não acabou como apregoaram os alarmistas de plantão, sedentos pelos holofotes da mídia e alguns autointitulados estudiosos da civilização Maia.

E já que a terra não se desintegrou levando na sua poeira cósmica toda a história da nossa humanidade, quem sabe começamos a dar um novo rumo para o planeta?!

Que tal fazer valer os versos daquela música que invade os nossos lares todo o fim de ano na propaganda da grande e poderosa rede televisiva do país e que dizem:

 

“Hoje é um novo dia, de um novo tempo, que começou… Nestes novos dias as alegrias serão de todos; é só querer…”

Para começar poderíamos já de imediato, desligar durante uma hora por dia a televisão, o computador, o celular e etc.

Isso serviria para irmos aos poucos diminuindo a influência não muito positiva que estes aparelhinhos encantadores e cada vez mais multifuncionais, exercem sobre a nossa liberdade de raciocínio.

A maior parte do que captamos através deles está nos deixando cada vez mais individualistas e egoístas; o que sinceramente ameaça muito mais a vida na terra do que qualquer fenômeno natural ou “sobrenatural”.

Depois, de mansinho poderíamos ir deixando o carro e a moto na garagem uns dois dias por semana, aproveitando para esticar um pouco as pernas indo para o trabalho a pé ou de bicicleta, cuidando da saúde do nosso corpo e diminuindo a emissão de gás carbônico.

Estaríamos assim colaborando para aquele “Desenvolvimento Sustentável” de que tanto falam as reportagens da nossa poderosa mídia, mas do qual nem ela dá o exemplo, pois considera a nossa mente uma lata de lixo, tal a falta de qualidade da programação que oferece e a manipulação dos fatos que noticia.

Será que alguém acredita que vivemos numa Democracia plena e que a imprensa é livre, imparcial, sem nenhum outro interesse a não ser o de defender o direito do cidadão de ser realmente bem informado?

Aí aos poucos aumentaríamos o tempo para essas pausas e reencontraríamos os parentes e amigos que há muito não vemos.

Poderíamos voltar a entrar uns nas casas dos outros, sentar na sala ou no quintal aproveitando a sombra das árvores e conversar descansadamente sobre qualquer assunto, olhando olho no olho e segurando mão na mão.

Seria o início de um processo maravilhoso de desintoxicação que nos devolveria a vida, fazendo nossos olhos e corações mais atentos ao que realmente viemos fazer aqui neste plano.

E… Seria sem sombra de dúvidas o meio mais eficaz de começarmos a resolver os grandes problemas da nossa sociedade, pois dedicaríamos mais tempo, amor e atenção aos nossos filhos que assim cresceriam mais solidários e mais saudáveis tanto física quanto espiritualmente, derrubando drasticamente os índices de criminalidade e miséria que brotam em todos os cantos do planeta.

Daríamos mais do nosso carinho e do nosso tempo aos nossos idosos, proporcionando-lhes muito mais saúde e qualidade de vida.

Teríamos mais paciência e tolerância, construindo de verdade a tão sonhada Paz Mundial.

Aí sim poderíamos cantar todos juntos em meio a demonstrações de afeto sincero que:

“Todos os nossos já são verdade… O FUTURO JÁ COMEÇOU…”

Silvia Gomes

Anúncios
 
1 Comentário

Publicado por em 22/12/2012 em Otimismo

 

Etiquetas: , , , , , , , , ,

Paciência tem recompensa!

bolhas
 
No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem.
Ela disse: Aquele ali é meu filho, o de suéter vermelho deslizando no escorregador.
– Um bonito garoto – respondeu o homem – e completou: – Aquela de vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.
Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha.
– Melissa, o que você acha de irmos?
Mais cinco minutos, pai. Por favor. Só mais cinco minutos!
O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração.
Os minutos se passaram, o pai levantou-se e novamente chamou sua filha:  – Hora de irmos, agora?
Mas, outra vez Melissa pediu:  – Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos!
O homem sorriu e disse: – Está certo!
– O senhor é certamente um pai muito paciente – comentou a mulher ao seu lado.
O homem sorriu e disse: – O irmão mais velho de Melissa foi morto no ano passado por um motorista bêbado, quando montava sua
bicicleta perto daqui.   Eu nunca passei muito tempo com meu filho e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele.
 Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa. Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta. Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar…
Em tudo na vida estabelecemos prioridades.
Quais são as suas?
Lembre-se: nem tudo o que é importante é prioritário, e nem tudo o que é necessário é indispensável!
 
Afinal, a qualquer momento podemos ser convocados para retornarmos à pátria espiritual, deixando e levando saudades daqueles que amamos.
 
Dê, hoje, a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo.
 
“Aquele que procura um amigo sem defeitos termina sem amigos.”
 
Autor desconhecido
 
1 Comentário

Publicado por em 18/08/2012 em Reflexão

 

Etiquetas: , , , , , , ,