RSS

Arquivo de etiquetas: saudade

Imagem

Alma liberta

Alma liberta

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 30/09/2018 em Reflexão

 

Etiquetas: , , , ,

Metade

metade

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio;
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca; 
Porque metade de mim é o que eu grito,
Mas a outra metade é silêncio…

Que a música que eu ouço ao longe
Seja linda, ainda que tristeza;
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada 
Mesmo que distante;
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade…

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece
E nem repetidas com fervor,
Apenas respeitadas como a única coisa que resta 
A um homem inundado de sentimentos;
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo…

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço;
E que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada;
Porque metade de mim é o que penso 
Mas a outra metade é um vulcão…

Que o medo da solidão se afaste
E que o convívio comigo mesmo
Se torne ao menos suportável;
Que o espelho reflita em meu rosto
Um doce sorriso que me lembro ter dado na infância;
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
A outra metade eu não sei…

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria 
para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais;
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço…

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer;
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção…

E que a minha loucura seja perdoada 
Porque metade de mim é amor
E a outra metade… também.

Oswaldo Montenegro

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 28/05/2018 em Poesia

 

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

A vida não para!

A vida não para enquanto choramos a partida rumo a pátria espiritual, daqueles que tanto amamos.

A vida não para quando o nosso grande amor resolve bater a asas voando em outros ares.

A vida não para no momento em que percebemos a indiferença daqueles por quem nutrimos imenso carinho.

A vida não para no instante em que nos sentimos sozinhos sem ninguém pra segurar a mão.

A vida não para e justamente porque não para é que ela é perfeita!

Pois logo ali adiante, a saudade dos que partiam primeiro deixa de ser dor, vira história pra lembrar e  certeza de que nos encontraremos novamente, é só uma questão de tempo.

Logo ali adiante encontraremos quem nos dê a mão, quem não será indiferente às nossas dores.

Logo ali, reconheceremos os nossos verdadeiros amigos, aqueles que celebrarão nossa presença e conseguirão perceber a nossa alma.

Como diz uma canção de Ângela Rô Rô, que marcou minha adolescência:

“Dói em mim saber que a solidão existe

E insiste no teu coração

Dói em mim sentir que a luz que guia

O meu dia, não te guia, não.

 

Quem dera pudesse

A dor que entristece

Fazer compreender

Os fracos de alma

Sem paz e sem calma

Ajudasse a ver

 

Que a vida é bela

Só nos resta viver

A vida é bela

Só nos resta viver!”

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 24/11/2017 em serenidade

 

Etiquetas: , , , , , ,

Imagem

Saudade

 
1 Comentário

Publicado por em 07/08/2017 em Reflexão

 

Etiquetas: , , ,